ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Adicione os sites da Cultura Evangélica ao seu iGoogle clicando aqui

BUSCADOR GOOGLE

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

EUA: Homossexuais atacam Igreja durante culto evangélico

Anarquistas homossexuais atacam culto de igreja evangélica

EUA - Domingo, dia 9 de novembro, um bando de cerca de 30 homossexuais atacaram uma igreja na cidade de Lansing, Michigan, EUA. Alguns estavam bem vestido e se posicionaram dentro da Igreja Monte Esperança, onde fingiam ser pessoas normais adorando; outros do lado de fora estavam vestidos de rosa e preto.

O grupo, que se descreve como anarquistas homossexuais, se chama Bash Back! (Revide!) e afirma que a igreja evangélica é culpada de “transfobia e homofobia”. O grupo diz que luta por “liberação”, se opõe a “todas as formas de poder estatal” e exorta os membros a não condenar certos métodos de promoção de sua causa “com a desculpa de que o Estado considera ilegal”.

Durante o culto, os manifestantes de fora da igreja estavam batendo em baldes, gritando “Jesus era homossexual” no megafone e carregando uma cruz invertida cor-de-rosa. Eles distribuíram panfletos a quem passava por perto.

Quando o sinal foi dado, os manifestantes dentro da igreja se levantaram de seus lugares e começaram a gritar e atrapalhar o culto. Eles acionaram o alarme contra incêndio na igreja e atacaram o púlpito, desenrolando uma enorme bandeira colorida com o arco-íris que trazia a frase: “É NORMAL SER GAY! VAMOS REVIDAR!”

Eles destruíram objetos da igreja, gritaram palavrões e confrontaram os membros da congregação. De acordo com Right Michigan, em sua manifestação eles também usaram camisinhas, brilho, confete e tecido cor-de-rosa. Os homossexuais estavam de câmera em punho tentando filmar reações violentas dos membros da igreja, porém não houve tais reações. Right Michigan também noticiou que aproximadamente uma hora depois da manifestação seguranças encontraram dois dos manifestantes juntos no banheiro da igreja. A polícia não prendeu ninguém.

Bash Back! distribuiu nota à imprensa em seu site depois do fato, que confessou que “o grupo gritou muito, ficou fora de controle e provocou ofensas”. O grupo descreveu a Igreja Monte Esperança como “deplorável” e “anti-gay”.

A nota concluiu: “Que todos saibam: Enquanto intolerantes nos matarem nas ruas, este bando de lobos continuará a REVIDAR!”

O presidente da Liga Católica, Bill Donohue, respondeu hoje dizendo: “O fato mais importante neste caso é que os grandes meios de comunicação estão se recusando a mencionar o que com certeza é um dos acontecimentos mais preocupantes de 2008. Se um grupo organizado de pessoas contrárias ao homossexualismo atacasse uma igreja gay, a mídia faria tudo para que cada pessoa nos Estados Unidos ficasse sabendo do caso”.

“Isto é fascismo urbano atingindo o centro dos Estados Unidos. Devemos dar um basta nisso antes que saia de controle. Estamos entrando em contato com Mike Cox, o promotor geral de Michigam, pedindo uma investigação”.

As ações de Bash Back! em Michigan ocorreram depois de vários dias de manifestações homossexuais do lado de fora das igrejas da Califórnia, em protesto contra a aprovação da Proposta 8.

Traduzido e adaptado por Julio Severo: www.juliosevero.com

Fonte: LifeSiteNews