ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Adicione os sites da Cultura Evangélica ao seu iGoogle clicando aqui

BUSCADOR GOOGLE

terça-feira, 23 de setembro de 2008

Igrejas Protestantes ameaçadas

ETIÓPIA  - Em 6 de setembro, líderes das igrejas protestantes na cidade histórica de Lalibela, norte da Etiópia, receberam ordem de parar todos os cultos das igrejas. A ordem foi baseada na alegação de que estas igrejas são ilegais em Lalibela.
Esta foi a segunda vez que funcionários do governo tentaram pôr um fim nas atividades das igrejas. Anteriormente, funcionários do governo reuniram os líderes das igrejas protestantes e lhes disseram para pararem seus cultos. Eles se basearam no fato de que seguidores da Igreja Ortodoxa da Etiópia (EOC) supostamente organizaram ataques contra as protestantes; assim, desencorajavam reuniões na igreja protestante.
Os líderes protestantes, em ambos os casos, recusaram-se a interromper os cultos, já que não eram ilegais. Eles já haviam se inscrito para obter a licença federal.
Durante o mês de julho, em outra tentativa de acabar com as atividades protestantes, autoridades advertiram Yirdaw Geta, que abriga uma igreja em sua casa, a não disponibilizar sua casa para essas atividades ilegais. Os evangélicos disseram que os padres e líderes da EOC também convocaram seus membros a expulsar inquilinos protestantes.
O nascimento do protestantismo em Lalibela
Lalibela é conhecida por suas igrejas encravadas nas rochas, que datam do século XII, propriedade da EOC. Por centenas de anos, a cidade foi centro de treinamento de padres, monges e outros ministros ortodoxos. A peregrinação a Lalibela é sagrada para os seguidores da EOC, pois consideram esta a segunda Jerusalém. A comunidade local se orgulha muito da herança de Lalibela e trabalha duro para manter qualquer outra religião fora da região.
No entanto, dez anos atrás alguns cristãos protestantes que eram professores começaram reuniões de oração em Lalibela. O Senhor abençoou o grupo e ele cresceu em número. O crescimento foi seguido por perseguição dos padres e da comunidade ortodoxa.
Muitos protestantes foram apedrejados, espancados, até presos e discriminados na sociedade. As autoridades locais os proibiriam de possuir terras. A razão por trás da perseguição foi que Lalibela foi dedicada exclusivamente à Igreja Ortodoxa pelo Rei Lalibela. A terra é considerada tão “santa” que não pode ser maculada por seguidores de religiões estrangeiras.
Infelizmente, a pressão da EOC para destruir a associação dos protestantes foi tão severa que muitos deixaram a área. Aqueles que ficaram enfrentaram discriminação. Mas permaneceram com fé e nunca pararam de orar e testemunhar do amor de Cristo para seus vizinhos, parentes e colegas de trabalho.
A Portas Abertas se deparou com o pequeno grupo de cristãos protestantes em 2002 que estava reunido secretamente na casa de um irmão. De acordo com sua visão, a Portas Abertas encorajou esses protestantes, através da Palavra de Deus, a permanecerem firmes em sua fé em Cristo como único Senhor e Salvador. Logo depois, ela se envolveu mais na região, conduzindo vários seminários e treinamentos teológicos.
Em janeiro deste ano, 13 estudantes completaram o curso de Licenciatura. O treinamento teológico da Portas Abertas aparentemente produziu um grande impacto nas vidas e ministérios destes 13 estudantes, assim como dos demais cristãos perto deles.
Os estudantes relataram que o treinamento teológico da Portas Abertas os ajudou a se manter firmes na fé. “Se não fosse o treinamento teológico da Portas Abertas, eu não estaria aqui hoje”, compartilhou um estudante agradecido.
O treinamento inspirou e motivou os estudantes a compartilhar o amor de Cristo com seus amigos, parentes e outras pessoas, apesar das circunstâncias. O crescente número de cristãos evangélicos, apesar da perseguição em Lalibela, é um testemunho encorajador do impacto que o treinamento teológico teve.
O grande número de protestantes em Lalibela deseja nossas orações para que eles continuem firmes em face da oposição:
• Membros da EOC ameaçam atacar igrejas e crentes protestantes em Lalibela. A tensão aumenta e as pessoas não sabem o que virá. Ore pelos cristãos protestantes em Lalibela, para que permaneçam calmos. Ore para que continuem colocando sua confiança em Deus.
• Ore também pelos funcionários do governo para que entendam que os cristãos protestantes não são cidadãos de segunda classe e que têm direito à mesma proteção e ao mesmo tratamento que os outros cidadãos.
• Ore para que os corações dos ortodoxos se abram para Deus de tal forma que entendam que a salvação vem através somente de Jesus Cristo, e não por rituais ou sacrifícios.
• Ore pelo irmão Yimer Bante e sua família. Ele é o líder da Igreja protestante. Ore para que permaneça firme em Cristo e continue a testemunhar e dar bom exemplo neste tempo difícil. Ore para que ele tenha sabedoria em suas ações e mantenha sua família em segurança.
• Ore também pelo irmão Yirdaw que abriu sua casa para os cultos da igreja. Louve ao Senhor pela firmeza de Yirdaw em continuar com as atividades da igreja protestante em sua casa, apesar das ameaças de ataque. Ore por ele e sua família para que tenham paz e força para apoiá-lo em suas decisões.

Fonte: Portas Abertas